"Pedras no caminho? Guardo-as todas, um dia vou construir um castelo... " Fernando Pessoa

30
Out 07

 

An unkown face, in an unknown world.

.

.

.

Agora que tirei os meus óculos de lentes de mil cores, vejo tudo como realmente é: preto, cinzento e branco. E as pessoas não têm rosto... Elas são assim, desconhecidas, estranhas e suspeitas. Então...serei eu também alguém sem rosto? Desconhecida? Estranha? Suspeita?

Pensei que me conhecia...mas todos me fazem crer que sou algo que não pensava ser. Estou confusa. E...mas...ninguém me vê. Não existo. Sou sombra. Sou um promenor nesta fotografia desfocada. Sou insignificante...

Aqui fico... Serei eternamente inutil, invisivel... Talvez alguém, no meio desta confusão, desta neblina, sem querer, me veja... Quem sabe?

 

publicado por Quem ontem fui já hoje em mim não vive às 01:12
sinto-me:

20
Out 07

 

Somos livres de amar. Mas, por vezes, existem amarras no nosso coração que nos impedem de  amar.  Existem  barreiras, que nos impedem de acreditar.  E existem mundos paralelos que nos "roubam" o chão real, e nos tornam ficção, confundido-nos sobre quem somos, onde estamos  e no que acreditamos.
Não sei se quero acreditar. Não sei se sou capaz de amar. Já não sei. Mas esta estrada é longa, e a cada curva pode haver surpresas. Sorrisos, mãos e sentimentos podem mudar tudo, completamente, e fazer-nos tomar aquele atalho inseguro, que nunca pensámos sequer em seguir, mas que, nesse instante de fascinação nos parece o melhor a tomar. O desconhecido, muitas vezes, não faz parte dos nossos planos. Mas hoje, amanhã ou qualquer dia destes, porque não? O ser humano sempre foi curioso, sempre gostou de aventura. Às vezes, elementos exteriores a nós tornam-nos não humanos. E é ai que nos esquecemos dos sorriosos, dos arco-íris, das terras por palmilhar, do amor, da descoberta...da vida.

Sou mais feliz hoje do que ontem. Isto só poderá querer dizer que estou no bom caminho. E quanto a ti, espero-te na próxima curva, porque ainda não me sinto preparada para me meter em atalhos sozinha para te encontrar. Surpreende-me.

publicado por Quem ontem fui já hoje em mim não vive às 17:18
sinto-me:
música: Tchaikovsky - Waltz of the flowers
tags:

13
Out 07



Happy, happy, happy!

Por agora, tudo às mil maravilhas!

publicado por Quem ontem fui já hoje em mim não vive às 20:24
sinto-me:
música: Let me go - 3 doors down
tags:

05
Out 07


Amanhã será outro dia.

publicado por Quem ontem fui já hoje em mim não vive às 15:21

02
Out 07



Às vezes, muitas das vezes, apetece-me desistir. Que há de novo em cada dia? Que há de novo em cada desilusão?
Sim, confesso. Muitas das vezes em que me deito para dormir, faço-o com esperança de nunca mais acordar.
Estou saturada, farta, desiludida com tudo.
Quero paz.

publicado por Quem ontem fui já hoje em mim não vive às 13:40

Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
29
31


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

5 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twitter
As minhas Imagens favoritas
blogs SAPO