"Pedras no caminho? Guardo-as todas, um dia vou construir um castelo... " Fernando Pessoa

27
Dez 08

Tudo isto é tão...confuso.

 

Se ao menos houvesse um mapa, uma voz que dissesse "segue este caminho,"... Mas andamos às escuras. Sempre às escuras. Às vezes um rasgo de intuição, talvez até de "previsibilidade" nos anuncia o que vem a seguir, o que devemos fazer a seguir.

 

Bom, acho que esta incerteza até torna as coisas, a vida mais emplogante. Mas mesmo assim gostaria de ter uma daquelas bolas de cristal fabulosas escondida no meu armário, onde pudesse ver qual o melhor caminho a tomar e se um dia conseguirei chegar onde eu quero. Talvez, se eu conseguisse realmente, isso me incentivasse a ser um bocadinho mais optimista. Mais do que já sou. Muito mais do que já fui.

 

Apesar de me sentir levemente desnorteada, não consigo evitar sentir-me abençoada. Depois de tantas coisas más, de tanta desesperança e tristeza, sinto-me tão...iluminada. Não sei porquê. Talvez depois de tanto tempo, eu tenha percebido que há algo de imenso valor na vida.

 

Oh, mas peço desculpa a mim própria por estar a ser tão sensivel. Não consigo evitar...

 

Sinto-me, talvez, como um poeta. Não que tenha jeito para isso. Não. Sinto-me como se acabasse de ter escrito o meu primeiro grande poema. Aquela felicidade, depois de tanto tempo à procura das palavras certas, da métrica correcta...do que se quer dizer, exprimir. É como se depois de tanto desgosto por não conseguir pôr cá fora uma face da alma, como queria, a própria alma se materializasse à minha frente, naquele pequeno pedaço de papel. Como se todo o esforço já não significasse nada. O poema nasceu, a obra começou! Quero dizer, algo mudou e a vida se revelou perante mim. É compreensivel? Bom, não sei explicar melhor.

 

A ausência foi apenas sentida levemente no mundo real. Nunca estive ausente de mim.

 

O futuro é bom como é: por descobrir.

publicado por Quem ontem fui já hoje em mim não vive às 23:30
música: Ser poeta - Luis Represas

14
Dez 08

Alguém se riu de mim. Eu ouvi.

"Não és boa o suficiente. Não és...não existes!"

Não sou boa o suficiente. Eu...eu não existo?

 

Não duvidei na altura. Não duvido agora.

 

Estou aqui, sozinha, porque a vida me quis só dela por uns dias... É como...como que as luzes se apagassem e só ficasse em palco alguém sem falas. Não há monólogo. Só silêncio. Vazio. É isso o egoismo? Não somos nós que nos fazemos egoistas? Pensei sobre isso mas depois não importava mais. Já estava tão longe...

 

De repente estava lá, no que já imaginei na minha mente. Viajei através das fantasias, dos desejos, dos mundos mais recônditos. E não senti dor. Nenhum tipo de dor.

 

Não sei se volto. Não sei.

 

publicado por Quem ontem fui já hoje em mim não vive às 22:52

08
Dez 08

 

"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes
mas não esqueço que a minha vida é a maior empresa do mundo.
E que posso evitar que ela vá à falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e tornar-se autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não".
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Pedras no caminho? Guardo-as todas, um dia vou construir um castelo... "

Fernando Pessoa
 
...
 
Ele é uma das razões pela qual tenho tanto orgulho em dizer "Sou portuguesa."
publicado por Quem ontem fui já hoje em mim não vive às 16:51
sinto-me: Forte
música: Eu sei - Sara Tavares

Isa's world is quite restricted these days....

 

I've heard that she just needs the twilight, some great books, her music and her space to be happy. How egocentric is that?

 

Well, maybe she discovered that happiness comes with the simple things of life... In fact she always has the right tools to be fully happy. She just discovered that, I think.

 

She's quite capable of having these good dreams...and, who knows, achive them.

 

Who knows?

 

publicado por Quem ontem fui já hoje em mim não vive às 00:38

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26

28
29
30
31


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

5 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

As minhas Imagens favoritas
blogs SAPO