"Pedras no caminho? Guardo-as todas, um dia vou construir um castelo... " Fernando Pessoa

28
Ago 09

 

Seremos livres, simplesmente por amarmos essa tal Liberdade. As correntes que nos prendem são criadas por nós e pelos outros, quando o medo da solidão anda à solta.

 

Quero voar sem destino, sem rumo. Simplesmente voar, amar, viver e tudo mais que isso traz agarrado a si. Quero, mas nem sempre posso. Estas correntes... Deliceram-me a carne, restrigem-me a alma. A sonhadora que há em mim protesta constantemente.

 

Mas nada disto importa. Parto quando quero, vou aonde posso. Não preciso de caminhar com os pés. Percorro mil e um mundos na minha mente fértil.

 

E só sei uma coisa, até agora. Algo que desejo ardentemente.

 

Se tiver que chorar, que chore de alegria.

Se tiver que morrer, que morra de amor.

publicado por Quem ontem fui já hoje em mim não vive às 00:25
sinto-me: Happy
música: Sara Bareilles - Between the lines

Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
29

30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

5 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twitter
As minhas Imagens favoritas
blogs SAPO