"Pedras no caminho? Guardo-as todas, um dia vou construir um castelo... " Fernando Pessoa

20
Out 07

 

Somos livres de amar. Mas, por vezes, existem amarras no nosso coração que nos impedem de  amar.  Existem  barreiras, que nos impedem de acreditar.  E existem mundos paralelos que nos "roubam" o chão real, e nos tornam ficção, confundido-nos sobre quem somos, onde estamos  e no que acreditamos.
Não sei se quero acreditar. Não sei se sou capaz de amar. Já não sei. Mas esta estrada é longa, e a cada curva pode haver surpresas. Sorrisos, mãos e sentimentos podem mudar tudo, completamente, e fazer-nos tomar aquele atalho inseguro, que nunca pensámos sequer em seguir, mas que, nesse instante de fascinação nos parece o melhor a tomar. O desconhecido, muitas vezes, não faz parte dos nossos planos. Mas hoje, amanhã ou qualquer dia destes, porque não? O ser humano sempre foi curioso, sempre gostou de aventura. Às vezes, elementos exteriores a nós tornam-nos não humanos. E é ai que nos esquecemos dos sorriosos, dos arco-íris, das terras por palmilhar, do amor, da descoberta...da vida.

Sou mais feliz hoje do que ontem. Isto só poderá querer dizer que estou no bom caminho. E quanto a ti, espero-te na próxima curva, porque ainda não me sinto preparada para me meter em atalhos sozinha para te encontrar. Surpreende-me.

publicado por Quem ontem fui já hoje em mim não vive às 17:18
sinto-me:
música: Tchaikovsky - Waltz of the flowers
tags:

comentário:
sinto tanto orgulho em ti!! ver como te superas a cada momento para mim é muito importante. e vais ver ele está num posto à tua espera. acredita nisso!
Ana Lúcia a 22 de Outubro de 2007 às 18:43

Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
29
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

5 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

As minhas Imagens favoritas
blogs SAPO